Uma empresa sabe a importância da lucratividade em seu negócio e entende que é necessário saber cada vez mais sobre esse assunto para garantir o sucesso da marca e o fechamento do mês no azul, sem perdas ou desperdícios.

Entretanto, quando não se sabe sobre o assunto, torna-se bem mais difícil fazer esse balanceamento dentro da empresa e avaliar a lucratividade dela para os funcionários e para o mercado em si.

Claro que ter uma boa lucratividade é de extrema importância e garante o sucesso de qualquer negócio, seja uma empresa que venda reservatório cilíndrico de água ou até mesmo uma loja de ferramentas para carros.

Mas, na realidade, o lucro da sua empresa vai muito além dos dígitos que ela fatura por mês. Isso está ligado ao valor que ela agrega às pessoas e a como ela pretende se manter com o passar do tempo.

Por isso, hoje iremos falar sobre como você pode avaliar a lucratividade da sua empresa, o que isso significa, sua importância e como essa análise muda por completo o seu negócio.

O índice de lucratividade e a sua importância

Muitos empresários e grandes donos de empresas pensam que o lucro de seu negócio nada mais é do que o que sobra efetivamente no caixa.

Por exemplo, se uma rede de empresas de limpeza e higienização de reservatórios de água termina o mês com R$1.000,00 a mais na conta, isso para eles foi lucro, e não prejuízo.

Entretanto, essa ideia não leva em consideração todas as outras decisões da empresa, os fatores internos e externos e as ações que a empresa precisou fazer para chegar nesse resultado.

É justamente para solucionar esse tipo de problema que existe o índice de lucratividade. Essa métrica é o que vai medir a eficiência operacional do seu negócio sob a forma de valor percentual dele.

Trata-se de um índice que demonstra quanto a sua empresa consegue gerar sobre o trabalho que desenvolve. E esse trabalho pode ser desde uma inspeção de segurança em caldeiras até mesmo a venda de uma joia pela internet.

Explicando de uma forma mais detalhada, o índice de lucratividade mostra quanto o seu negócio obtém em dinheiro após pagar todos os seus custos e despesas do mês.

Caso todos os custos mensais de uma empresa chegue ao total de R$5.000,00 e naquele mesmo mês a marca faturou R$12.000,00, significa que foi um mês com um bom resultado de lucro. Esse é um cálculo que a maioria de nós já conhece e realiza todos os meses.

Com simples cálculos como esse é possível verificar se a receita obtida com as atividades desenvolvidas pela sua empresa é capaz de pagar a operação e ainda sobrar algo no fim do mês.

Isso também significa validar se as estratégias de negócio adotadas estão seguindo o caminho correto, pois se não estiver, pode ter chegado o momento de repensar essa rota e, talvez, mudar o caminho.

Vamos imaginar que uma empresa de impermeabilização de piso de estacionamento realiza esse simples cálculo durante os meses, deixando que as contas cheguem, e o dinheiro entra e sai é registrado com precaução.

Isso, com o passar do tempo, trará lucros enormes para essa marca, pois trata-se de algo que faz essa empresa permanecer de pé ou não.

Por isso, avaliar o índice de lucratividade da sua empresa é extremamente importante, porque faz com que a sua visão seja mais ampla e você veja como isso irá afetar os próximos passos da sua empresa.

Dinheiro ainda é um grande tabu dentro da sociedade, mas se qualquer pessoa ou empresa como uma que realiza locação de lavadora e secadora de piso industrial deseja ganhar mais dinheiro, é preciso falar sobre ele e avaliar bem a sua lucratividade.

Aprenda a calcular o índice de lucratividade

Agora que você já entendeu sobre o que se trata o índice de lucratividade na teoria, chegou o momento de partir para o momento da prática. Por isso, da maneira mais direta e simples possível, iremos te ensinar a calcular esse índice.

Isso servirá tanto para a parte de gerenciamento quanto para a de contabilidade de uma empresa de montagem de painel elétrico ou qualquer outra que deseja avaliar esse índice, pois ele é universal e irá ajudar toda e qualquer empresa.

Neste cálculo, você vai precisar de dois dados muito importantes: o valor da receita bruta e o valor líquido da empresa dentro do período de tempo que você determinar realizar a avaliação.

Para quem não sabe ou não se lembra, a receita bruta se trata do valor que a empresa obteve dentro de um determinado período de tempo, sem desconto de impostos, contas ou outros valores. É o valor completo e sem desconto.

Já o valor líquido é o que sobra de dinheiro para a empresa após ela pagar as suas despesas e impostos, ou seja, o que fica de lucro dentro daquele intervalo de tempo. Relembrar esses conceitos é sempre importante quando falamos de dinheiro e lucratividade.

Para realizar essa conta é necessário saber o valor da receita bruta gerada no período que será analisado, que pode ser:

  • Mensal;
  • Bimestral;
  • Semestral;
  • Anual.

Com esse dado em mãos, também iremos precisar do valor líquido da empresa dentro do mesmo prazo que já foi estabelecido anteriormente. A fórmula que você irá utilizar para encontrar o índice de lucratividade da sua empresa é:

Índice de Lucratividade = (Lucro líquido / Receita Bruta)*100

Segue abaixo um simples exemplo para te ajudar a entender melhor o cálculo:

Índice de Lucratividade = (99.000 / 350.000)*100

Índice de Lucratividade = (0,2829)*100

Índice de Lucratividade = 28,29%

Basta dividir o lucro líquido da sua empresa dentro do tempo que estipulou pela receita bruta e, após isso, multiplicar pelo número 100 e descobrir a porcentagem do índice de lucratividade daquele espaço de tempo.

Talvez isso pareça um bicho de sete cabeças para você nesse momento, mas tente fazer e você verá que com o tempo e a prática isso se tornará algo simples e você não conseguirá mais viver sem esses cálculos.

Esse índice pode ser calculado de forma geral, abrangendo todas as áreas da empresa ou até projetos específicos, para medir a lucratividade de forma individualizada. Também serve para encontrar o custo PCMSO PPRA de uma empresa que ainda não sabe o valor.

Após identificar o índice de lucratividade da sua empresa, é recomendado definir uma periodicidade para permanecer realizando esse cálculo e fazer um balanço quando possível Como mencionamos anteriormente, esse tempo pode ser mensal, trimestral ou anual.

Essa escolha é feita pelos gestores das áreas da empresa e deve ser feita de uma maneira que reflita a realidade sobre o andamento das operações do negócio. O mais indicado, é que esse cálculo seja feito trimestralmente.

Agora avalie seu índice de lucratividade!

Entendendo para que serve o índice de lucratividade, como fazer o cálculo simplificado dele, a forma que se realiza sua leitura e sua aplicação nos mais diversos contextos de uma empresa, você está pronto para avaliar esse índice da maneira correta.

Tenha em mente sempre que é preciso trabalhar com as informações de todos os setores da sua empresa e de maneira muito organizada, pois todas as áreas são responsáveis e possuem sua parte na geração de lucro para o negócio.

Isso é fundamental para que você possa entender como suas decisões estão impactando no desempenho do negócio e, se necessário, traçar novos caminhos e estratégias para obter mais lucro e evitar mais gastos.

Se uma empresa de portaria e limpeza SP entende que precisa de mais lucro para a marca, é necessário saber como a equipe pode cortar gastos e encontrar novas maneiras de aumentar esse índice.

Por isso, converse com o time de contabilidade da sua empresa, solicite uma análise da lucratividade dos últimos tempos e um relatório com a visão mensal do ano anterior e do primeiro trimestre deste ano.

Não se esqueça, é claro, de também pedir o índice de lucratividade que pode ser obtido através do cálculo que ensinamos aqui, para que você tenha noção de como sua empresa se sustentou e rendeu até aqui.

Após isso, recomenda-se entender e estudar um pouco mais sobre a correlação entre os fatores externos e suas decisões internas para saber se a sua empresa gerou lucro para os acionistas, caso a sua marca possua.

Esse índice de lucratividade irá ajudá-lo a entender mais sobre como a sua empresa funciona e como você pode inovar para gerar melhores e maiores resultados, para que o lucro não seja apenas quantitativo, mas também qualificativo. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como posso te ajudar?