O retargeting ainda é um conceito pouco conhecido pela maioria das pessoas, mas que acontece na prática mais do que podemos imaginar. Trata-se de uma estratégia inovadora e focada no comportamento do usuário.

Hoje, mais da metade da população mundial possui acesso à internet e perfil em pelo menos uma das diversas redes sociais que existem, o que aumenta drasticamente o número de clientes para empresas e lojas online.

Principalmente após a pandemia do novo coronavírus, as pessoas se adaptaram ao universo online e ao processo de compra e venda através da internet. Através dela conseguimos encontrar uma empresa que realiza aplicação de insulfilm espelhado, por exemplo, em poucos segundos.

Isso trouxe muita facilidade para a vida das pessoas, que não precisam mais gastar horas e horas atrás de um produto ou serviço, assim como trouxe facilidade para a vida dos empreendedores, que viram seus negócios decolarem dentro do universo digital.

Entretanto, os famosos algoritmos, que são espécies de tubos dentro da internet, não deixaram isso passar despercebido e aproveitaram todo esse processo para estudar a fundo o comportamento dos usuários.

Quando falamos de comportamento do usuário, nos referimos a todas as ações realizadas por uma pessoa na internet e que a levam a uma determinada decisão, que na maioria das vezes é a compra de um determinado produto ou serviço.

Por exemplo, o cliente de uma empresa envelopamento de veículos passa por uma jornada na qual é necessário que ele realize algumas ações até definitivamente comprar o que aquela marca oferece.

Tudo isso é estudado pelos algoritmos e serve como base para o surgimento de novos conceitos dentro do marketing digital, como o retargeting, que é justamente o tema que iremos conhecer a fundo hoje.

O que é retargeting? 

O retargeting, se traduzido de forma literal para o português, significa “pegar de novo”. Na prática, significa encontrar um usuário novamente para apresentar algo que ele já demonstrou algum tipo de interesse na internet.

O processo se baseia nos interesses do usuário e no estudo de produtos, serviços e anúncios que interessam aquele perfil de cliente e que merecem ser reapresentados para ele como uma nova chance de compra.

Por exemplo, vamos imaginar que uma pessoa estava à procura de uma armazenagem e distribuição logística e encontrou um site na internet com uma empresa que realiza esse serviço. Ela deu uma olhada, mas não chegou a realizar nenhuma outra ação.

Os algoritmos, ao entenderem que aquele usuário gastou um bom tempo no site e que realizou a busca por aquele serviço ou produto, automaticamente dará um jeito de fazer com que ele apareça novamente para a pessoa.

E isso é mais comum do que pensamos. Provavelmente já deve ter acontecido com você quando procurou sobre algo no Google, por exemplo, e repentinamente surgiu o anúncio do produto que você pesquisou, mas agora no Instagram ou no Facebook.

Isso é o retargeting na prática. Os algoritmos dessas plataformas conversam entre si para entenderem o que você deseja e procura, assim eles começam a apresentar anúncios e mais anúncios daquilo que você pesquisou.

E isso pode acontecer nos mais diversos tipos de negócios e com diferentes usuários, desde os que procuram por acoplamento elástico tipo pneu quanto os que estão apenas atrás de um novo calçado.

O retargeting é uma estratégia que se assemelha muito ao remarketing, mas que iremos explicar a diferença entre eles mais à frente, entretanto é uma ótima opção para cativar e fidelizar cada vez mais clientes.

Vantagens do retargeting

Ao aplicar o conceito do retargeting em seu negócio, você obtém ótimas vantagens a curto, médio e longo prazo. Selecionamos algumas para te provar a eficácia dele, confira:

Mais vendas

Aumentar as vendas é o desejo de qualquer empreendedor que abriu um negócio, seja no universo digital ou físico, e o retargeting consegue aumentar essa taxa de uma maneira simples e prática.

Por exemplo, se uma pessoa que precisa de um seguro para moto suhai vê o anúncio de uma empresa que vende esse serviço, ela não pensará duas vezes antes de clicar, conhecer a marca e adquiri-lo.

Isso porque o usuário sabe que precisa daquilo, e os algoritmos sabendo que ele já procurou pelo serviço ou produto, não perderá a chance de insistir na compra que, na maioria das vezes, é realizada pelo cliente.

Menor taxa de CAC

O CAC é a sigla para o termo Custo por Aquisição de Cliente, que nada mais é do que uma métrica de performance baseada em um cálculo que mostra quanto a empresa está investindo para obter um cliente.

Sabemos muito bem que empreender está longe de ser barato, por isso quanto mais a empresa conseguir economizar, melhor vai ser para a receita e lucro da marca no fim das contas.

O retargeting também auxilia na diminuição dessa taxa, pois ao mostrar para o mesmo usuário um único anúncio da sua marca, conseguirá segui-lo pelas mais diversas plataformas da internet sem precisar gastar milhões para isso.

Branding

O branding é o processo de como os usuários percebem a sua marca. É um dos fatores mais importantes na construção do relacionamento beneficiado por uma estratégia de retargeting.

A solução permite que os usuários enxerguem que a sua marca possui uma presença ativa na internet, melhorando a percepção sobre ela e aumentando a credibilidade e chances deles consumirem de você.

Essas são algumas das vantagens do retargeting que podem mudar o cenário do seu negócio e trazer não só o aumento dos resultados quantitativos, mas também os qualificativos.

Diferença entre retargeting e remarketing

Como mencionamos anteriormente, existem diferenças entre o retargeting e remarketing, por mais que eles sejam semelhantes. Assim como existe diferença entre produtos como um chuveiro de emergencia e um chuverio tradicional, por mais parecidos que sejam.

O remarketing é a estratégia que possui como objetivo levar o cliente para a ação de compra definitivamente, por isso o envio de uma e-mail, de uma mensagem ou um telefonema são estratégias comuns dentro deste conceito.

Já o retargeting é o conceito focado no processo de engajar aquele possível cliente com a marca novamente, por isso é normal que o anúncio do produto ou serviço apareça mais de uma vez para aquele determinado cliente.

É claro que os dois acabam auxiliando no processo de decisão de compra do cliente, mas é importante ressaltar que possuem objetivos diferentes para com ele, e que ambos não deixam de ser importantes para uma marca.

São suas estratégias bem versáteis, podendo ser usadas tanto por uma empresa de assessoria financeira online quanto por um e-commerce de moda, entregando as vantagens que mencionamos acima e muitas outras.

Principais estratégias de retargeting

Assim como qualquer outro conceito dentro do marketing digital, o retargeting também possui estratégias para ajudar quem está começando a estudar esse conceito. Confira abaixo algumas das principais que selecionamos para você:

  1. Use a tecnologia

A tecnologia avançou muito nos últimos anos e não deixou de trazer benefícios também para a área de marketing. Principalmente após o surgimento do marketing digital, diversas ferramentas e sistemas foram criados para ajudar as empresas.

Por isso, use a tecnologia ao seu favor e procure por ferramentas online que permitam o acompanhamento dos passos de seus usuários justamente para saber quais produtos ou serviços eles estão mais interessados em apresentar a eles novamente.

  1. Mostre os produtos mais relevantes

É normal que um negócio que presta suporte de informática para empresas, por exemplo, possua um serviço ou produto pioneiro que chama bastante atenção do público e acaba sendo o carro-chefe de vendas da marca.

Por isso, faça com que ele seja mais relevante e apresente ele para as pessoas, pois se é o produto em destaque da sua marca, significa que muitas pessoas podem se interessar por ele ao ponto de comprá-lo de você.

  1. Esteja nos canais corretos

Por fim, mas não menos importante, esteja nos canais de comunicação que os seus consumidores estão, pois só assim você conseguirá aplicar o conceito da estratégia de maneira correta. Por isso, além de estudar o seu público, estude plataformas como:

  • YouTube;
  • TikTok;
  • Instagram;
  • Twitter;
  • Facebook;
  • LinkedIn. 

Os seus consumidores provavelmente estarão nelas depois de darem uma boa olhada em seu site, e quando você consegue achá-los por lá, torna-se ainda mais simples apresentar o seu anúncio novamente e levá-los mais uma vez ao site.

Essas são apenas algumas das estratégias de retargeting que podem ajudar a sua marca a engajar novamente os clientes e trazer ótimos resultados para a sua empresa, até mesmo em conjunto com o remarketing

Considerações finais

Com essas estratégias alinhadas, você consegue reengajar esse consumidor e até mesmo levá-lo à decisão de compra, aumentando não só os seus resultados, mas também a satisfação do seu cliente perante a sua marca.

Assim, seus resultados não serão apenas números, mas também depoimentos que farão toda a diferença na imagem da sua marca perante o mercado, trazendo qualidade e valor para o seu negócio.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como posso te ajudar?