Empresas sempre estão surgindo e desaparecendo no mercado, mas há aquelas que estão presentes há anos, mas continuam com o crescimento estagnado, isto porque elas não conhecem as estratégias de rebranding

Rebranding é uma técnica de marketing voltada a alavancar as vendas de empresas que tiveram ou não sucesso no passado, por meio de uma reformulação da imagem da empresa e de sua identidade visual.  

O marketing é o principal setor dentro de uma empresa que pode garantir o sucesso da sua empresa de conserto Macbook air, pois é responsável por vender os seus produtos e gerar o faturamento. 

Ele identifica as necessidades da empresa e dos clientes, aplicando as melhores técnicas para trabalhar em cima desses temas. 

Melhorando o relacionamento com os clientes e analisando o seu comportamento, com o intuito de manter a empresa competitiva e em destaque no mercado. 

Entretanto, muitas empresas enxergam o marketing como algo muito simplista, que se baseia apenas em propagandas na televisão, nos jornais, na distribuição de flyers. 

Mas, não é bem assim, atualmente o marketing envolve diversos aspectos sobre a imagem da empresa, que precisam estar constantemente sendo monitorados e melhorados.  

Compreender quando uma empresa precisa reformular a sua identidade visual e diversos outros aspectos de marketing é importante para qualquer empreendedor, seja qual for o seu setor. 

Portanto, o objetivo desse texto é auxiliar o empreendedor apresentando o conceito de rebranding, a importância de realizar um, quando é 4 dicas de como colocar essa estratégia em prática.

O que é branding?

Para compreender o que é essa estratégia é necessário, primeiramente, ter conhecimento sobre branding. 

Branding é uma palavra em inglês que significa marca. No marketing é utilizada para definir todas as técnicas de gestão de marca, que englobam: 

  • Identidade visual; 
  • Missão;
  • Valores; 
  • Imagem da empresa; 
  • Público-alvo;
  • Cultura empresarial;
  • Objetivo das campanhas. 

E diversos outros fatores ligados à percepção do público a respeito de uma empresa, pois branding é o conjunto de ações que geram um significado para o cliente. 

O branding não envolve apenas os produtos físicos da marca ou seus serviços, como instalação de pabx. É algo mais complexo e abrangente, que envolve estratégias e ações, online e offline. 

O branding tem como principal objetivo ser um canal de comunicação entre os ideais e valores de uma marca, que são transmitidos para o público-alvo, por meio de uma série de técnicas de marketing. 

O branding é responsável por gerar uma identificação dos clientes com a empresa, alavancando as vendas de produtos e serviços. 

O que é rebranding? 

O rebranding é a mudança de todo o branding estabelecido anteriormente na empresa, gerando alterações até mesmo em níveis culturais. 

O principal objetivo do rebranding é reposicionar uma empresa no mercado, para que ela se adapte às mudanças que estão sempre ocorrendo no mundo e que possa captar novos clientes, que a cada dia se tornam mais exigentes. 

Qual a importância de realizar um rebranding? 

Realizar um rebranding é essencial para qualquer empresa, sendo realizado por diversos motivos, mas principalmente devido às mudanças do mercado. 

A sociedade está sempre passando por transformações culturais e de ideias, por exemplo, atualmente diversos tipos de preconceitos não são mais tolerados. 

Portanto, todas as empresas precisam se adaptar a essas mudanças, até mesmo aquelas de inspeção cautelar veicular, apoiando diversas causas sociais, mudando sua cultura organizacional e diversos outros fatores. 

Empresas que são engajadas em causas sociais e apoiam determinados estilos de vida, atraem um público mais seleto para consumir os seus produtos. 

Além dessa adaptação no mercado, o rebranding gera os seguintes benefícios para uma empresa: 

  • Reconhecimento;
  • Aumento do valor agregado; 
  • Conquista novos clientes;
  • Fideliza clientes; 
  • Aumenta os lucros. 

Todos esses benefícios podem ser alcançados aplicando as técnicas de branding na sua empresa. 

Quando uma empresa deve fazer um rebranding? 

Realizar um rebranding é uma estratégia interessante para empresas que já fizeram sucesso um dia e hoje não fazem mais ou para aquelas que nunca conseguiram atingir esse feito. 

Caso o empreendedor não saiba a hora de realizar o rebranding segue alguns sinais que devem se atentar: 

  • Estagnação do faturamento; 
  • Estoque de produtos parado; 
  • Não há inovações em produtos e serviços; 
  • Necessidade de modernização; 
  • Aumento de custos. 

Quando um empreendedor começa a colocar em operação a sua empresa ele precisa ter em mente que ao passar dos anos os custos tendem a aumentar, principalmente, devido à inflação e o aumento dos custos de vida. 

São processos naturais que ocorrem na economia de diversos países, saber contorná-los é o que tornará a sua empresa competitiva, mas que inicialmente causa a estagnação do faturamento anual ou até mesmo o aumento dos custos de fabricação. 

Quando uma empresa não é mais vista pelas pessoas, ou seja, o marketing já não está tão bom, o estoque dos produtos tendem a ficar parados e às pessoas não solicitam mais serviços, como aluguel impressora laser colorida

Isso tudo desestimula o empreendedor a inovar em seus produtos, fazendo com que ele fique defasado no mercado.  

Para além desses pontos negativos, as empresas podem realizar rebranding para se adaptar ao mercado, pois existem diversos tipos de rebranding, alguns sendo menos radicais. 

Tipos de rebranding 

Atualmente existem três tipos de rebranding, o evolutivo, o radical e o parcial. Essa diferenciação é importante pois nem todos os processos de reposicionamento são iguais. 

No rebranding evolutivo pequenas alterações são realizadas ao longo do tempo, para que as pessoas se acostumem aos poucos com essas mudanças. 

Um exemplo disso são pequenas alterações realizadas na identidade visual da marca, como em um cordão personalizado ou de produtos após atualizações. 

O rebranding parcial acontece quando a marca modifica apenas alguns fatores que geram sua identificação, por exemplo, apenas a sua identidade visual ou alguns valores, gerando a identificação com novos clientes e criando novos produtos. 

O rebranding radical é quando ocorre a modificação total do branding da empresa, para que ela se encaixe melhor no mercado atinja outro público-alvo. 

Essas modificações abrangem aspectos culturais, de valores, missão, identidade visual, dentre outros fatores. 

4 dicas de como realizar um rebranding na sua empresa? 

Realizar um rebranding não é uma tarefa fácil, portanto, seguem algumas dicas para que esse processo seja realizado da melhor forma possível em sua empresa.

Dica 1- Fazer um diagnóstico 

O primeiro passo para criar um rebranding é realizar um diagnóstico do cenário atual, abrangendo aspectos referentes à empresa e ao mercado ao qual está inserido. 

Em um escritório compartilhado coworking análise os últimos faturamentos da empresa, faça gráficos para facilitar a visualização e veja se está crescendo ou diminuindo ao longo dos anos. 

Após isso é preciso verificar se a empresa continua competitiva no mercado e se ainda possui um bom público. 

Compreender se a sua empresa está atualizada sobre os temas do mercado, se as pessoas estão se identificando com a marca. 

Por fim, fazer uma lista de questionamentos a respeito do mercado e da marca, para dessa forma ir respondendo e criando um diagnóstico. 

Dica 2- Fazer pesquisas de mercado 

Aliado ao diagnóstico do mercado está a realização de pesquisas, que devem abranger tanto o público-alvo, o público externo e até mesmo os funcionários. 

Essas pesquisas precisam coletar informações sobre a opinião do público a respeito de algumas questões ligadas a sua marca, como preferência de produtos, sensações que a marca passa, dentre outros fatores. 

Para dessa forma identificar como o cliente ou um possível cliente se sente ao entrar em contato com a marca de sapatos ou de aquecedor a gás conserto, seja qual for o ramo do empreendimento. 

Além disso, é necessário aplicar pesquisas nos funcionários, para compreender como anda a cultura organizacional da empresa. 

De acordo com diversas pesquisas, a imagem da empresa também está ligada a forma de tratar os funcionários, e em algumas empresas isso deve ser trabalhado. 

Por fim, um outro tipo de pesquisa que deve ser realizado é sobre as atualizações do mercado, para compreender o que está em alta. 

Dica 3- Criar uma estratégia de rebranding 

Criar uma estratégia de rebranding a partir desses fatores, identificando o que deve ser modificado e alinhando aos tipos de reading. 

Se poucas coisas precisam ser alteradas para que a empresa continue competitiva, realizando um rebranding parcial ou evolutivo. 

Caso a organização em questão precise de um rebranding completo, repense toda a marca, até mesmo o público-alvo, a partir do que é desejado para aquela empresa. 

Dica 4- Coletar feedbacks  

Por fim, sempre coletar feedbacks após uma estratégia de rebranding, para que as possibilidades de modificações não fiquem estagnadas. 

Sendo válido lembrar que isso serve para mensurar a aceitabilidade do público e os sucessos dessas estratégias aplicadas. 

Considerações finais

Sendo assim, o rebranding é uma estratégia de reposicionamento de marca no mercado ao qual está inserida, qualquer empresa pode realizá-la, até mesmo às de lavagem de tapetes residenciais e em qualquer momento, basta identificar a necessidade. 

Para a aplicação do rebranding basta realizar um diagnóstico do mercado, compreender o que o público deseja e como a sua empresa está sendo vista e por meio de pesquisas de mercado, traçar um plano a partir disso e coletar feedbacks. 

Dessa forma, o faturamento da empresa e a captação de novos clientes está garantida. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como posso te ajudar?