Investir em um curso ou faculdade de gestão de negócios que ajude a aperfeiçoar as habilidades acerca do desenvolvimento das atividades administrativas de uma empresa, é fundamental para a melhora do desempenho organizacional e para a evolução dos resultados.

Isso porque, o gerenciamento empresarial é o maior responsável pela coordenação das ações necessárias que viabilizem o alcance dos objetivos e das metas, que são indispensáveis para o crescimento de um negócio.

Para isso, o gestor precisa dominar as metodologias e técnicas que permitem a melhora dos processos internos e a organização dos mais diversos departamentos da empresa.

Somente assim, a gestão de startups e empreendedorismo digital se torna capaz de realizar, de forma efetiva, o:

  • Planejamento de ações;
  • Monitoramento de desempenho;
  • Organização operacional;
  • Controle da equipe;
  • Liderança.

Diferença entre gestão de negócios e administração

Ainda que o cargo de gestão esteja diretamente relacionado com as atividades administrativas de uma companhia, é importante destacar que estes se tratam de setores diferentes – mesmo que os contrastes sejam bastante sutis.

Sendo assim, a administração de empresas tem raízes nas ciências exatas, visando o planejamento, organização, coordenação, comando e controle das operações da empresa.

Porém, quando falamos  da gestão de negócios, nos referimos a uma área que se preocupa com a motivação e a melhora do desempenho de cada colaborador da equipe.

Assim, nos cursos de gestão comercial e marketing ead, os profissionais além de serem capacitados a desenvolver todas as habilidades atribuídas ao administrador corporativo, também são preparados para o desempenho de competências voltadas ao fator humano.

Deste modo, são atribuídos aos gestores o treinamento das equipes, os conceitos relativos à resolução de conflitos e o oferecimento de feedbacks.

Afinal, se torna sua responsabilidade a valorização dos colaboradores, a manutenção do foco e a extração do melhor desempenho. Ou seja, a gestão empresarial precisa:

  • Estimular o engajamento dos trabalhadores com as suas tarefas;
  • Encorajar a cooperação entre as equipes
  • Extinguir a competitividade dentro dos setores;
  • Realizar a manutenção de um relacionamento com os fornecedores, clientes e empresas concorrentes.

Importância de uma boa gestão empresarial

A gestão de negócios é uma parte crucial do funcionamento e crescimento de uma organização, pois se trata de um complemento importante do processo administrativo.

Atribuindo a essa atividade um aspecto mais contemporâneo, que é a inclusão dos colaboradores como peça fundamental para o andamento da empresa.

Por isso, enquanto a administração está mais empenhada nas noções matemáticas e logísticas – como os indicadores e números aprendidos na gestão financeira melhores faculdades e cursos –, o gerenciamento de empresas vai se aproximar mais dos recursos humanos e da construção dos relacionamentos.

Assim, essa função se torna responsável pela otimização do tempo de cada operação e trabalhador, eliminando a repetição de tarefas, o que aumenta a disponibilidade de atuação em questões analíticas mais relevantes e na efetuação de mais vendas.

Além disso, em conjunto com os dados e métricas adquiridos pelos setores administrativos, a gestão de negócios consegue aumentar a rapidez com que as decisões são tomadas.

Sendo assim, influenciando na melhora da qualidade do atendimento aos clientes e fornecedores e, consequentemente, na excelência dos produtos e serviços.

Desta forma, considerando todos esses fatores, a aquisição dos conhecimentos já mencionados se torna fundamental, não somente para os profissionais que desejam entrar nesta área de atuação, mas também pelos proprietários, sócios, administradores, diretores e gerentes que já estão ativos no cargo.

Isso porque, as habilidades exigidas para a atuação gerencial são competências que precisam ser continuamente desenvolvidas, independente do setor de atuação da empresa – inclusive, essa especialidade também faz parte do curso de gestão hospitalar ead.

Como realizar um bom gerenciamento

Tendo em mente a importância dessa função e da formalização dos conceitos técnicos, bem como, das metodologias disponíveis, a realização de uma boa gerência empresarial exige também o domínio de algumas etapas que podem ser determinantes para uma boa performance no cargo.

Assim, um desses pontos mais relevantes é compreender que uma boa gestão depende da combinação entre o investimento em softwares e programas que auxiliam no monitoramento, otimização e organização das tarefas, com a qualificação profissional dos colaboradores e dos líderes de cada um dos setores.

Além disso, é preciso focar em atividades como:

  1. Estudo de mercado

O estudo de mercado é fundamental para o estímulo de uma cultura organizacional mais comercialmente inteligente. Essas ações têm o objetivo de analisar a viabilidade da abertura da empresa, do lançamento de um produto ou de um serviço que se almeja investir.

Assim, um bom curso de gestão comercial ead irá instruir os profissionais responsáveis pela gerência de uma empresa, a identificar as características do mercado, considerando a:

  • Disponibilidade do público alvo na região ambicionada;
  • Variedade de produtos semelhantes;
  • Preços médios cobrados por mercadoria;
  • Tipos de formas de pagamento oferecidos;
  • Como o atendimento é realizado;
  • Localização das lojas concorrentes, entre outros.

Desta forma, o gestor pode compreender mais profundamente como as empresas adversárias operam, reunindo informações que servirão como critérios para guiar as necessidades do seu negócio.

Assim é possível garantir a construção de diferenciais competitivos importantes e cultivar resultados mais favoráveis.

  1. Aperfeiçoamento da equipe

Com o auxílio das informações obtidas pelo estudo de mercado e pelos dados constantes disponibilizados pelo setor administrativo, a gerência precisa estar sempre atenta a formas de aperfeiçoar os processos e as equipes.

Para isso, os profissionais devem aplicar o modelo de gestão de processos, diagramando, organizando, controlando e melhorando as atividades empresariais com frequência.

Além disso, é crucial padronizar as atividades e o método de trabalho das equipes – o que afeta diretamente a qualidade do serviço.

Por isso, estar familiarizado com os conhecimentos obtidos em uma faculdade de gestão de recursos humanos ead é fundamental para o desempenho de um gerenciamento.

Afinal, é preciso promover a participação dos funcionários, incentivar a troca de experiências, criar um senso de comunidade e treinar pessoas para que suas funções sejam executadas com ainda mais destreza.

  1. Valorização dos colaboradores

Como dito anteriormente, a principal diferença entre a administração empresarial e o gerenciamento de negócios é a compreensão sobre a importância do valor humano para o desempenho da organização.

Esta valorização e compreensão fazem com que os trabalhadores satisfeitos e motivados entreguem resultados mais promissores, com qualidade e quantidade.

Por esse motivo as ações que visam valorizar o empenho e incentivar a construção de uma lealdade maior à companhia, têm ganhado tanta relevância para as empresas de todos os setores e tamanhos.

Assim, possuir uma política de valorização ao colaborador que atenda às suas necessidades, esteja atualizado com o perfil dos clientes internos e que proporcione o bem-estar e qualidade de vida, além de reduzir afastamentos por doenças e melhorar o clima organizacional, também proporciona uma melhora na produtividade geral em até 67%.

E esse reconhecimento pode ser feito por meio da valorização de conquistas, a construção de um plano de cargos, através da disponibilização de um feedback estruturado, a concessão de benefícios auxiliares, criação de eventos, entre outros.

  1. Aquisição de habilidades de gestão financeira

É também imprescindível que os gerentes tenham conhecimento acerca de alguns conceitos disponibilizados em um curso de gestão financeira tecnologo ead ou presencial.

Pois, em suma, realizar todas essas ações e planejamentos exige uma análise quanto ao patrimônio, investimentos, despesas e os ganhos totais da empresa.

Em contrapartida, um profissional que não seja qualificado nos conhecimentos de gestão financeira, pode fazer com que a organização sofra com problemas importantes durante o desenvolvimento as rotinas diárias, como:

  • Descumprimento de prazos acordados com clientes;
  • Atrasos na quitação de dívidas;
  • Acompanhamento inadequado do recebimento de pagamentos;
  • Custos extras relacionados ao retrabalho;
  • Falta de controle do fluxo de caixa;
  • Desorganização dos dados comerciais, entre outros.

Para evitar todas essas ocorrências é indispensável a elaboração de um balanço patrimonial da empresa, análise quanto ao capital líquido do negócio, realização de planejamentos para o futuro e a compreensão plena sobre as melhores formas de investir os recursos disponíveis, de forma que eles deem resultados mais favoráveis.

  1. Atenção com o marketing e o relacionamento com o cliente

O curso em uma faculdade de vendas e marketing, assim como os conhecimentos obtidos nessa educação formal, são primordiais para o alcance da estabilidade de uma empresa.

Isso porque, essas ferramentas são responsáveis por viabilizar o entendimento quanto às necessidades do público consumidor, as exigências do mercado e por fazer com que a empresa tenha o devido reconhecimento.

O marketing é fundamental para o delineamento quanto às características dos clientes atuais e a formação do perfil dos consumidores ideais.

Essa estratégia publicitária também permite a criação e manutenção de uma reputação para a marca e ainda auxilia na concepção de ações estratégicas mais efetivas.

Por fim, é preciso compreender que não existem receitas infalíveis que formam um bom gestor de negócios ou uma boa gerência. Este é um cargo que exige um constante aprendizado e aprimoramento de talentos já adquiridos.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog It Business Fórum, site voltado para a veiculação de conteúdos relevantes sobre negócios, startups e estratégias para pequenas, médias e grandes empresas.