O funil de vendas é uma das partes mais importantes de qualquer negócio que deseja uma boa segmentação para seus clientes e processos de eventos bem estruturados para aumentar ainda mais os seus resultados.

Com a chegada do marketing digital, muitas empresas se viram em um cenário completamente diferente do convencional, podendo abraçar novas oportunidades e maneiras de divulgar o seu negócio.

Não é à toa que uma empresa de locação de caçambas, por exemplo, conseguiu triplicar seus resultados após a chegada do marketing digital e suas estratégias que mudaram por completo o planejamento dos negócios.

O marketing digital nada mais é do que um conjunto de estratégias aplicadas dentro de um espaço 100% digital, ou seja, através da internet e das redes sociais e tem como objetivo principal ajudar as marcas a crescerem dentro desse universo.

Hoje, com mais da metade de toda a população mundial conectada à internet e com perfis nas redes sociais, nunca foi tão simples encontrar um espaço com milhares de pessoas para divulgar o seu produto ou serviço.

E dentre tantas estratégias dentro deste conceito, o funil de vendas se tornou uma das vertentes mais importantes e saiu apenas do posto de estratégia e se tornou um grande conceito que precisa ser bem entendido e estabelecido nas empresas.

Para que uma marca de assistência técnica de climatizador, por exemplo, saiba como captar mais clientes e levá-los à decisão de compra, é preciso ter um caminho bem estruturado e definido para isso.

E é justamente dentro deste cenário que o funil de vendas surgiu, com o objetivo de ajudar as marcas a guiarem seus clientes por um caminho assertivo, simples e eficiente até a decisão de compra.

Conheça o funil de vendas

O funil de vendas é um conceito do marketing digital que defende a ideia de um caminho traçado para que os possíveis clientes de uma marca sejam incentivados e levados, sem que percebam, para a decisão de compra.

O conceito recebe esse nome pois se remete justamente a um funil, que possui sua borda larga e vai diminuindo até chegar ao fundo. Esse processo se assemelha à passagem dos clientes pelas etapas do funil de vendas.

É normal que pensemos que um cliente que conhece uma empresa de projeto elétrico, se interessa pelo produto ou serviço e já realiza a compra, mas dentro do funil de compras existem estágios pelos quais esse cliente passa antes disso.

O funil de vendas é dividido em três estágios: o topo, o meio e o fundo, e cada um deles se remete a uma ação realizada pelo cliente e que demonstre interesse dele pelo que a marca oferece e o leve cada vez mais próximo à decisão de compra.

Mais à frente iremos nos aprofundar em cada um desses estágios, mas no momento é importante saber que o funil de vendas nada mais é do que uma espécie de caminho que guiará o cliente para a decisão de compra.

E nessa jornada o guia para eles será você, sua equipe e a sua própria empresa, as estratégias escolhidas e aplicadas, assim como as métricas analisadas para saber quais clientes estão andando pelos estágios dele.

Entenda a importância do funil de vendas

Muito se questiona sobre a importância do funil de vendas tanto para negócios físicos, como uma empresa de blindagem residencial, quanto para negócios completamente digitais, como o caso de um profissional autônomo que presta uma consultoria financeira online.

O funil de vendas é extremamente importante justamente por ser o caminho pelo qual o cliente percorre até realizar a compra do seu serviço ou produto, e acompanhá-lo nesse caminho faz toda a diferença para a sua empresa.

Isso porque, ao acompanhar a jornada desse cliente você conseguiu entender como cada um deles se comporta, afinal de contas, todos somos diferentes e cada um reage de uma determinada maneira durante a decisão de compra.

Por isso, o funil de vendas ganhou destaque no marketing digital por ajudar os empreendedores a entenderem com mais afinco tudo o que acontece com um usuário desde o momento em que ele conhece a marca até a compra de fato.

Seja uma empresa de instrumentos cirúrgicos ou até mesmo uma escola de música, o funil de vendas é para tudo e todos que desejam entender mais sobre a jornada do consumidor e o que fazer em determinados cenários para fidelizá-los à sua marca.

Veja como funciona o funil de vendas

Como mencionamos anteriormente, o funil de venda conta com três estágios que são o topo, meio e fundo do funil, cada um referente a um estado do cliente e que precisa do seu cuidado para que ele se torne um cliente fiel. Entenda sobre esses estágios a seguir.

Topo 

O topo do funil se refere à parte maior dele, ou seja, é o estágio de conhecimento, onde as pessoas irão conhecer a sua marca, seja através de uma propaganda nas redes sociais, da indicação de um amigo ou até mesmo de um panfleto que viu na rua.

Aqui, uma empresa de cameras de monitoramento não precisa ter tanta preocupação com toda a jornada do consumidor, pois o foco nesse estágio é fazer com que as pessoa apenas conheçam a sua marca.

Mesmo que nem todas se tornem clientes fiéis da sua marca, só de conhecerem ela marcará sua vidas e, quando precisarem, elas se lembrarão da sua empresa e saberão a quem recorrer.

Meio

Já o meio do funil é aquele estágio intermediário, onde o usuário já conhece a sua marca, mas ainda não comprou o seu produto ou serviço. Esse é o estágio mais importante e que precisa de mais atenção da sua parte.

Aqui é onde o usuário decidirá se realmente irá seguir para a compra ou desistir da marca e procurar por uma concorrente, por isso é importante manter contato com esse tipo de cliente e mostrar para ele os diferenciais da sua marca.

Seja uma empresa de camisas de silicone ou qualquer outra, todos possuímos concorrentes e ninguém deseja perder clientes para eles, não é mesmo? Pois bem, aqui é o espaço ideal para cativar esse usuário de vez e provar para ele o valor da sua marca.

Fundo

Por fim, o fundo do funil é definitivamente o estágio mais esperado por todo e qualquer empreendedor, que é quando o usuário realmente se torna cliente da marca e compra o seu produto ou contrata o seu serviço.

Entretanto, engana-se quem pensa que o trabalho da empresa termina aqui. Mesmo conquistando esse cliente, é preciso fidelizá-lo, ou seja, mantê-lo por perto para que ele consuma novamente de você ou até mesmo recomende sua marca para outras pessoas.

Por isso o conceito recebe o nome de funil de vendas, pois começa com um espaço largo e que recebe muitas pessoas, mas vai se afunilando e limitando seus serviços e produtos para pessoas que realmente possuem o perfil de cliente ideal da sua marca.

8 dicas para gestores guiarem clientes

Seja o seu negócio uma venda de macarrão caseiro ou até mesmo uma academia, é preciso ter estratégias bem estabelecidas para que o funil de vendas possa operar de forma eficiente.

Como mencionamos no início do texto, o funil de vendas já não é mais visto como uma simples estratégia, mas como um conceito muito importante para ajudar as empresas a entenderem mais sobre a jornada do consumidor.

Por isso, seja você o gestor de uma pequena ou grande empresa, é importante estar atento ao que é essencial para a aplicação desse conceito. E para te ajudar com isso, selecionamos algumas dicas para te ajudar, confira:

  • Mapeie a jornada do cliente;
  • Defina as etapas do processo de eventos;
  • Tenha um bom SLA entre vendas e marketing;
  • Produza conteúdo de qualidade;
  • Esteja presente nas redes sociais;
  • Acompanhe métricas em ferramentas digitais;
  • Mantenha contato com o seu cliente;
  • Esteja alinhado com o seu time.

Com isso você obterá os diversos benefícios que o funil de vendas traz para as empresas, como maior previsibilidade nos resultados, mais produtividade, otimização da gestão, melhor aproveitamento de oportunidades e respostas para desenvolvimento de produtos ou serviços.

Independentemente do tamanho ou segmento da sua marca, o funil de vendas serve para todo e qualquer tipo de negócio disposto a entender mais sobre os seus clientes e investir em conceitos que trazem bons benefícios.

Lembre-se sempre que, por trás de tudo existem pessoas assim como você, e não apenas números. Quando um empreendedor e sua equipe entendem isso, torna-se um divisor de águas na hora de acompanhar a jornada do cliente.

Sendo assim, use o funil de vendas a seu favor e comece a implementá-lo em sua empresa com o objetivo de entender mais sobre os processo e a jornada de compra do cliente, trazendo mais humanização e tarefas assertivas para sua marca.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como posso te ajudar?