Provavelmente, você já entrou em algum site na internet e viu termos como “acesse” ou “clique aqui”. Essas ações são conhecidas como call-to-action (CTAs) e tem como objetivo gerar uma chamada para ação, conforme a tradução literal, para que o cliente efetue algum processo.

Essa prática é muito comum em espaços digitais, como é o caso dos sites. 

Além dos sites, a estratégia pode ser aplicada em anúncios, banners, e-mails com finalidade de marketing e landing pages.

Com uma frase no imperativo, a intenção é que o cliente cumpra aquela determinada ação estabelecida no material para ser direcionado a outra página. 

Essa é mais uma estratégia que existe no ambiente virtual e que está disponível para as empresas ampliarem seu alcance e conversão.

No entanto, é muito importante saber que é necessário utilizar as CTAs com cuidado para que isso não atrapalhe a experiência do usuário no site. Assim, ela deve ser bem planejada em diferentes graus, estando presente nas fases do funil.

Diante dessa introdução, neste artigo você compreenderá sobre o que é uma CTA, como ela pode ser feita, os melhores canais de veiculação, assim como cuidados que são essenciais para que essa estratégia se torne mais qualificada. Ficou curioso? Então confira mais detalhes no decorrer do artigo!

Entendendo o que é Call to Action (CTA)

Uma das formas das empresas de energia solar na Bahia chamarem a atenção dos seus clientes é por meio do CTA. O mesmo se da nos mais diversos segmentos de atuação, indo da área de varejo aos serviços, passando por empreendimentos B2B.

Em um site, a empresa pode publicar blog posts informativos, que têm o objetivo de mostrar ao cliente que a instituição tem autoridade no assunto, assim como é uma especialista no negócio. 

Após esse processo, a função do Call to Action é contribuir para que o cliente seja estimulado a tomar a decisão de clicar em um determinado botão que irá direcioná-lo a um conteúdo complementar, um formulário de orçamento ou uma página com mais informações sobre a empresa.

Dessa forma, o CTA atua como um guia que mostra ao cliente o que sua empresa gostaria que ele realizasse, estimulando esse comportamento com frases e botões.

Para que o processo de conversão ocorra, ou seja, para que o cliente tenha interesse em fechar negócio com sua empresa, é muito importante ter cuidado na quantidade de CTAs que estão disponíveis na página, assim como investir em um bom texto e formato. 

Além disso, esse é um processo que requer a análise de resultados para possíveis ajustes. 

O processo do call to action 

Agora que você já sabe que o call to action é uma chamada para uma ação no site, e que a estratégia é bem versátil, podendo ser feita por empresa administradora de condomínio até lojas de produtos diversos, é importante compreender qual é o processo que envolve o call to action e como aplicá-lo da melhor forma no seu negócio.

Quando o cliente está em uma página na internet e visualiza um anúncio, existem alguns momentos e etapas que podem levar ao processo de decisão. 

Por isso, é muito importante que a empresa compreenda quais são as etapas dessa ação para atingir seus objetivos de forma correta. De modo geral, os processos são:

  • Atenção;
  • Interesse;
  • Desejo;
  • Ação.

Na primeira etapa, a empresa de escritório de contabilidade em SP deve chamar a atenção do cliente, o que é um grande desafio e depende da elaboração de um bom texto e ações de atração. Ou seja, desperta a curiosidade para conhecer a marca. 

Nessa etapa, o tempo de permanência na página pode ser um excelente indicativo de que as pessoas estão gostando do seu conteúdo. 

Na segunda fase, o cliente potencial demonstra interesse pelo negócio e geralmente busca mais informações sobre o conteúdo, uma determinada promoção ou oferta. Essa etapa coincide com a conversão para lead, em que há a disponibilização de contatos em formulários em troca de informações.

Após isso, pode surgir um desejo, momento em que o cliente visualiza os benefícios de contratar sua empresa ou comprar seu produto. É nessa hora que o cliente precisa ver que suas necessidades serão atendidas. 

A etapa final consiste na ação, ou seja, a decisão que o lead toma em fechar negócio, sendo convertido para cliente. 

Os Call to Actions devem ser apresentados em cada uma dessas etapas, de forma apropriada, sobretudo na etapa de chamar a atenção do cliente, assim como de gerar o seu interesse pelo negócio. 

Compreender essas etapas é importante para que a empresa possa tomar decisões corretas no momento de criar uma estratégia de marketing e desenvolver campanhas mais efetivas.

A prática do CTA

Após entender o processo relacionado à jornada de conversão relacionada ao conteúdo e cta, acompanhe como o call to action funciona na prática, seja para uma empresa de manutenção hidráulica predial ou de outro segmento. 

Para entender qual é o call to action mais adequado, o primeiro passo é conhecer o público-alvo, ou seja, identificar quem são as pessoas que se interessam pelo seu negócio e que você deseja se relacionar. 

A partir disso, é importante visualizar se a chamada de fato é atrativa e corresponde a esse público, chamando a atenção do potencial cliente. 

Essa fase inicial é essencial para identificar pontos que precisam de melhoria e que podem ser ajustados em sua campanha. 

Nesse contexto, algumas ações requerem um cuidado especial, como:

  • Identificar o tamanho e a posição do CTA;
  • Verificar se as cores são atrativas e permitem a leitura;
  • Analisar quais imagens estão vinculadas à página;
  • Compreender se existem outros elementos que apontam para o CTA.

Esses são aspectos técnicos de layout e posicionamento. 

Para além do design, o texto utilizado na chamada também precisa provocar o interesse do leitor, sendo claro, bem escrito ou em destaque.

É mais interessante que a empresa invista em um call to action que seja fora do tradicional “fale conosco”, ainda que direto, sendo mais explicativo sobre o tipo de ação que ocorrerá em seguida. É muito importante, nesse processo, também despertar a confiança. 

Escrevendo o texto para CTA

Você já deve ter percebido que os textos presentes no site de empreendimentos como administradora de condomínios residenciais precisam despertar a atenção do cliente para possibilitar a conversão efetiva. Mas, como é possível fazer isso?

Nesse sentido, algumas dicas para desenvolver um bom texto de call to action são:

  • Utilize verbos de ação no imperativo;
  • Deixe clara qual é a ação a ser realizada;
  • Não crie um texto extenso ou que engane/quebre a expectativa do leitor;
  • Gere sensação de urgência, com palavras como “agora” e “hoje”;
  • Mostre os benefícios dessa ação.

Como já falamos neste artigo, um CTA precisa indicar para o cliente os próximos passos que serão dados. A partir disso, é essencial criar um texto que traga essa informação, mesmo que posteriormente haja um botão mais direto.

Um exemplo interessante é a opção “faça o download”, no caso de um cliente que deseja baixar um e-book sobre avaliação patrimonial, por exemplo. 

Outra opção é descrever em textos materiais como “para saber mais sobre a avaliação clique aqui” com o link direto no texto. Depois um novo botão pode explicitar o formato do material mencionado.

O uso de números também pode ser importante nesse processo, sempre atrelado a benefícios, como é o caso de “Compre agora e tenha R$ 50 de desconto” ou outras campanhas e promoções que forem do interesse da sua empresa. 

Agregar ofertas durante a chamada pode ser uma ação muito interessante e existem algumas palavras que ajudam a despertar um senso de urgência e que motivam a ação. 

Para compreender mais sobre textos com CTA e desenvolver estratégias mais efetivas para uma agência de intercâmbio em SP, uma loja de roupas ou um escritório de contabilidade, o apoio de um profissional de marketing de conteúdo pode ser fundamental.

Posição do Call to Action em um site

As páginas do seu site precisam ter um objetivo para existirem. Ou seja, é preciso considerar porque o CTA foi criado: é para a leitura e informação do cliente? uma ação de venda? Pedidos de orçamento?

Quanto mais um site é planejado, melhores são as chances do cliente sentir credibilidade na ação e se interessar pelo negócio, seguindo as chamadas durante a evolução de compra e interação com as páginas.

O layout e qualidade dos conteúdos também é fundamental nesse sentido, de modo a obter melhores resultados, conforme o esperado para cada objetivo traçado.

Assim como em outras etapas, para identificar qual é a melhor posição do call to action em um site sobre abertura de empresa Simples Nacional é muito importante definir quem é a persona da sua oferta e como esses usuários interagem com seu site.

Já falamos neste artigo que é essencial conhecer seu público. Para auxiliar nesse processo, criar um personagem que os representa é necessário. 

Somente conhecendo os interesses e questões que são relevantes para seus clientes, será possível criar uma ação de CTA.

Lembre-se também de identificar em que situação está a oferta e o CTA vinculado. Isso precisa fazer sentido para o cliente e estar condizente com o direcionamento geral da marca, para que a empresa tenha uma boa performance.

Todo call to action precisa ser inserido com um objetivo e com a identificação da campanha que estará atrelado. 

Nesse processo, o entendimento sobre o contexto em que um CTA é criado é essencial para promover resultados e, posteriormente, fazer análises e ajustes necessários, considerando a finalidade do CTA.

Dessa forma, é muito importante que sua empresa faça uma análise para entender o público, mas também os objetivos que precisam ser alcançados com cada ação de marketing.

Assim, sua empresa conseguirá mais relevância no mercado, além de atingir objetivos de vendas. 
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como posso te ajudar?