A persona nada mais é do que um personagem semi-fictício, usado para representar o cliente ideal do negócio. Baseia-se nas características de clientes reais, considerando vários aspectos, como dados demográficos, objetivos, problemas e desafios.

Toda empresa precisa pensar no tipo de cliente que gostaria de alcançar, pois isso determina para quem ela produz os conteúdos, com quem se comunica, quem quer converter, entre outros aspectos relacionados à persona.

A partir da criação desse personagem, todas as estratégias de marketing são voltadas para ele, o que facilita a vida das empresas que não precisam produzir publicações no blog ou criar um site pensando em várias pessoas diferentes.

Inclusive, este é um dos motivos que levam as marcas a adotarem uma persona, uma vez que ajuda a centralizar todas as características e com isso determinar o tipo de estratégia que será utilizado.

Tudo o que é feito pela empresa é feito para a persona, portanto, ela vai servir de base para o planejamento das estratégias de marketing.

Neste artigo, vamos explicar o que é persona, sua importância e mostrar algumas vantagens que ela pode trazer para os negócios. Confira!

Entenda o conceito de persona

Persona trata-se de um personagem que se baseia nos comportamentos reais e características de clientes e consumidores que a marca pretende impactar.

Também é conhecido como buyer persona e orienta todas as estratégias de marketing de uma empresa. O objetivo ao criá-la é sintetizar as características dos clientes para que a corporação possa alinhar suas estratégias às características e demandas deles.

Mas para criar sua persona, uma empresa que instala tela protetora para varanda precisa pesquisar muito sobre seus clientes e reunir as seguintes informações:

  • Profissão;
  • O que faz durante o dia;
  • Canais de informação que usa;
  • Necessidades.

Para entender um pouco mais como esse conceito funciona na prática, um exemplo de persona seria: “Lucas, 32 anos, casado, trabalha como gerente de vendas.

Focado em números, gosta de novidades e busca alternativas para qualificar melhor seu time, porém, tem pouco tempo para fazer isso.

Gostaria de encontrar maneiras de melhorar seus resultados, aumentar as vendas e trazer novas estratégias para seus vendedores.

Como seu maior obstáculo está a falta de dinheiro para investir, muitas tarefas e problemas para administrar corretamente o tempo.”

Com base nesse exemplo, não é difícil compreender a diferença entre persona e público-alvo, mas ainda assim, essa é de especificar.

Os profissionais de marketing já estão acostumados a ouvir certos termos, como persona e público-alvo. Mas embora tenham conceitos muito semelhantes, a verdade é que eles são bem diferentes.

Hoje em dia, uma empresa terceirizada recepcionista trabalha de maneira mais direcionada, porém, antigamente, tudo era baseado no público, um conceito que surgiu com o marketing 2.0.

Ao invés de criar campanhas de massa, as organizações perceberam o quanto é vantajoso segmentar o mercado, de acordo com várias características, como:

  • Idade;
  • Localização;
  • Gênero;
  • Renda;
  • Escolaridade;
  • Interesses.

As organizações também consideram as características comportamentais e psicológicas, por outro lado, o público-alvo é um conceito um pouco mais abrangente e não específica uma pessoa ou um personagem, como acontece com a persona.

Em outras palavras, é uma definição mais genérica, ao passo que a persona cria uma identidade mais bem definida e o personagem chega a receber um papel.

Importância da persona para os negócios

A persona é importante para os negócios por diversas razões, e uma delas é para aprofundar o conhecimento sobre o público.

Conhecer o público é o primeiro passo para definir o grupo de consumidores com quem a companhia quer se comunicar, depois, a marca precisa aprofundar seu conhecimento para criar a persona.

Tome como exemplo um público formado por donas de casa, e uma empresa de mini pão de queijo congelado desenvolve uma persona que busca opções variadas para o café da manhã.

Essa estratégia também ajuda a compreender um pouco mais sobre o valor do produto perante o público. A persona descreve as características e a rotina de uma pessoa que possa se interessar pela solução do negócio.

No caso de um estudante que vai prestar vestibular, pode ser que no momento ele esteja com muitas dúvidas em relação à profissão que deve escolher.

É justamente essa dúvida que gera uma oportunidade para um consultório de psicologia se comunicar com essas pessoas.

Se a empresa sabe quem é seu potencial cliente, então saberá os canais que ele utiliza para se comunicar, e ela precisa estar presente neles.

Ou seja, antes de criar um perfil nas redes sociais, um cemitério dos animais precisa verificar quais dessas plataformas seu público utiliza. Só depois começa a definir as pautas que serão abordadas em seu marketing de conteúdo.

Aliás, só é possível saber o que deve ser abordado se a companhia souber quem vai consumir seus materiais, afinal, deve usar as dúvidas dessas pessoas para criar as publicações no blog.

Os conteúdos buscam resolver as necessidades ao longo da jornada de compra, e guiam o consumidor do topo do funil até o momento da compra, o que só vai funcionar se os assuntos abordados forem de interesse dessas pessoas.

A persona assume as características de alguém, mais precisamente, do cliente ideal da empresa, por isso ela também saberá como deve falar com ele, em relação à linguagem que utiliza e seu tom de voz.

É assim que vai conseguir se comunicar da melhor forma, pois todo o processo comunicacional é adequado às características dessa pessoa.

Isso não se aplica apenas aos conteúdos voltados para o funil de vendas, mas também a outras estratégias, como os anúncios de uniforme para industria de alimentos.

Por fim, criar a persona da marca também beneficia os próprios clientes, posto que ajuda a otimizar a experiência deles no site da empresa.

Entender o perfil comportamental dos visitantes é uma forma de compreender de que maneira eles utilizam o site, por onde eles vêm, como navegam, tipo de conteúdo que procuram, dentre outras informações relevantes.

Vantagens da persona

Criar uma persona também traz muitas vantagens para os negócios, e dentre as que mais se destacam estão:

1.    Melhora a qualidade do conteúdo

Uma das vantagens que mais se destacam é a possibilidade de melhorar muito a qualidade dos conteúdos veiculados nos canais da marca, independentemente de serem informativos, publicitários ou outro tipo.

É possível abordar temas e assuntos do interesse da urgência, fazer com que a mensagem gere impactos positivos e posicionar a companhia como uma autoridade naquilo que faz.

Os conteúdos trabalhados por uma empresa de terceirização de serviços gerais não se perdem no meio do caminho, na verdade, sua capacidade de impactar as pessoas certas é muito maior.

2.    Ajuda a divulgar o material

As campanhas de marketing não devem e não podem se concentrar no mesmo canal, pois é fundamental diversificar a distribuição para que mais pessoas sejam impactadas.

Isso acontece porque o público do seu negócio não está apenas no Facebook, ou no Google ou no Instagram. Eles usam diferentes fontes para obter informação, e as marcas, como uma loja de vela votiva atacado, precisam estar nesses locais.

Agora, se o público da corporação está acostumado a consumir certo tipo de conteúdo em determinado canal, é óbvio que ele precisa ser trabalhado para manter a comunicação entre a empresa e a audiência.

Entretanto, mesmo com o custo de divulgação, é possível alcançar mais pessoas que se interessam pelas soluções oferecidas pela marca.

Ao criar a persona, fica fácil identificar as plataformas e o tipo de conteúdo que deve ser trabalhado, o que também beneficia os custos com marketing.

3.    Acompanha o comportamento do público

O consumidor moderno evoluiu muito a maneira como compra diferentes tipos de produtos e serviços, uma vez que a tecnologia se tornou aliada desses processos.

É fundamental se atentar a essas questões, pois elas estão totalmente relacionadas às ferramentas e tecnologias que precisam ser usadas.

Por meio da persona, fica mais fácil para um estúdio de cílios fio a fio volume russo acompanhar as novidades, recursos e tecnologias que precisam ser usados.

Ademais, é uma forma de evitar que o negócio siga os passos de outras empresas e acabe falindo por não poder acompanhar a evolução e o comportamento da própria audiência.

Considerações finais

A persona é parte fundamental das estratégias de marketing, portanto, se você quiser que seus investimentos realmente tragam bons resultados, precisa direcionar as estratégias para as pessoas certas.

Todas as práticas de marketing da companhia precisam ser voltadas para quem realmente tem interesse nos produtos e serviços vendidos. É assim que os retornos serão positivos e farão toda a diferença.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como posso te ajudar?