Coloque o seu negócio na internet e consiga atrair cada vez mais clientes com os serviços de marketing estratégicos de marketing digital!

Os serviços de marketing estratégicos são, senão a maior, uma das maiores ferramentas de engajamento de público existentes na atualidade. A explicação para esse fenômeno é simples: existem mais de 125 milhões de pessoas conectadas à Internet apenas em nosso país segundo a pesquisa TIC Domicílios, que é publicada anualmente pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic), e é uma das principais realizadas no país. 

Esse número, já tão expressivo se comparado a outras nações ao redor do globo, tende a crescer cada vez mais, o que torna a rede mundial de computadores uma nova e importante alternativa de atrair clientes para todos os tipos de negócio, inclusive o seu!

E é nesse novo ambiente de entretenimento e informação que surgiu com a Internet que está a maior  e mais eficiente sacada da sua empresa na hora de divulgá-la para seu público-alvo: o marketing digital.

Coloque o seu negócio na internet e consiga atrair cada vez mais clientes com os serviços de marketing estratégicos de marketing digital!

A maioria dos bons administradores de negócios, tanto no Brasil como no mundo, já se deram conta que, para atrair clientes hoje em dia, é necessário estar na Internet.

O que nem todos sabem são como fazer isso de modo a atrair, informar e entreter clientes e potenciais clientes, melhorando o posicionamento de seus empreendimentos em buscadores globais como o Google, ou mesmo nas redes sociais como o Facebook, Instagram, Twitter, dentre outras.

E você, que chegou aqui, certamente deve estar se perguntando de que forma o marketing digital pode ajudar seu negócio, não é mesmo?

Pois bem, vamos aos fatos

O que são os serviços de marketing estratégicos no marketing digital?

Explicando de maneira simples: seria a maneira de movimentar o mercado de um determinado produtor de bens ou serviços usando meios que não são físicos, ou seja, meios digitais.

E sabe quando o marketing digital nasceu? Há mais de 100 anos!

Bom, a Internet é uma criação que já tem alguns anos de estrada mundo afora, mas que ainda está um pouco longe de completar 100 anos, não é mesmo?

Entretanto, o primeiro meio não físico de transmissão de entretenimento e informação para o grande público foi o rádio, inventado no final do século XIX por Guglielmo Marconi. E é a partir daí que podemos começar a pensar no que é o marketing digital, como sendo algo que vai muito além dos computadores e que evolui de acordo com a trajetória das novidades em telecomunicações no mundo desde o início do século XX até os dias atuais.

Bonita a história. Mas vamos ao que interessa, como o marketing digital vai me ajudar atualmente?

Como já dito acima, a Internet é uma das maiores ferramentas de atração e engajamento de público existentes na atualidade. 

Surgida em 1990, a WEB revolucionou a forma como as empresas se comunicam com seus clientes e atraem novas pessoas interessadas no bem ou serviço que produzem, o que faz com que o marketing digital realizado na rede mundial de computadores seja uma das peças fundamentais na corrida pelo sucesso empresarial de bons administradores.

Além disso, a Internet mudou também os hábitos de consumo, possibilitando a realização de vendas por meio totalmente digital e remoto. Tanto é verdade que 82% dos brasileiros já realizou uma compra online alguma vez na vida conforme demonstram os dados divulgados pela plataforma de pesquisa NZN Intelligence em 2019.

As razões que levaram as pessoas a apresentarem esse novo hábito de consumo são muitas, mas algumas se destacam e merecem ser mencionadas aqui para que possamos compreender de uma vez por todas a importância do e-commerce atualmente. São elas: 

* Agilidade: as compras são feitas apenas com um clique e chegando na porta de casa apenas alguns dias depois;

* Comodidade: o cliente escolhe o produto ou serviço específico que deseja adquirir sem nem precisar levantar de sua poltrona, contando com todo o conforto que apenas o seu lar pode oferecer;

* Melhores preços e condições: diminuem-se os gastos com lojas físicas, logo o preço do produto final também diminui, o que faz com que cada vez mais pessoas busquem realizar suas compras de modo online.

É nesse contexto que precisamos começar a pensar no marketing digital realizado de forma online para divulgar seus produtos e serviços.

Já falamos aqui o quanto a internet modificou os hábitos de consumo da população brasileira, que em sua grande maioria (82%) já realizou compras online. 

Já compreendi a importância de se utilizar o marketing digital como ferramenta de atração de clientes para o meu negócio. Mas como isso é feito na prática?

A verdade é que não existe apenas uma estratégia de marketing digital disponível atualmente.

Com a evolução das tecnologias, permitindo uma interação maior com o público, o que permite a obtenção rápida de feedbacks e análise de gráficos qualitativos, o conhecimento humano também acompanha esse ritmo, algo que é fascinante nesse meio ao qual estamos lhe introduzindo.

Entretanto, já existe uma maioria qualificada de agentes de marketing digital que acredita que a melhor estratégia mercadológica online atualmente seja o marketing de conteúdo – inbound marketing, que é a técnica que vem sendo mais propagada pelos agentes mercadológicos ultimamente pela sua efetividade, trazendo ótimos resultados quando já se tem criada a identidade corporativa de um empreendimento.

Mas também existem outras técnicas com grande eficiência e que devem ser exploradas pelas melhores agências de marketing online no mercado atualmente, como por exemplo o SEO (Search Engine Optimization), que coloca o conteúdo de sua marca nos primeiros resultados da busca em buscadores famosos como o Google, Youtube, Bing, dentre outros.

Também podemos falar no e-mail marketing, que, diferente do spam, só é direcionado às pessoas que já possuem interesse na marca ou serviço em questão, despertando ainda mais o interesse dos clientes ou potenciais consumidores de um bem ou serviço. 

Outro ponto-chave de uma estratégia de marketing digital completa deve consistir na construção de links patrocinados, principalmente pela plataforma Google Ads, a maior do ramo de anúncios na internet atualmente e que, certamente, ajudará o seu site a ter mais e mais visitas que podem se transformar em clientela. 

Aliás, um bom site hospedado em uma boa plataforma como o WordPress dá o ar da autoridade necessária para que as pessoas entendam a importância do seu negócio, principalmente se tiver domínio próprio!

Além disso, e importante cadastrar seu negócio no Google Meu Negócio para que o mesmo fique sempre no radar do Google Maps, que é a base para a maioria dos GPS atualmente, divulgando informações importantes sobre o seu negócio.

Não podemos nos esquecer também da importância das mídias sociais como divulgadoras do conteúdo produzido pelos canais online de sua empresa, como por exemplo o Facebook, o Instagram, o Linkedin e o próprio Youtube para divulgação de conteúdo audiovisual produzido por seu empreendimento.

Caso você tenha interesse em anunciar nas redes sociais, não hesite em entrar em contato conosco! Será um prazer atender você!

O que ainda não dissemos são as vantagens de anunciar seu produto e movimentar seu mercado pela internet, agradando cada vez mais a sua clientela e melhorando a imagem de seu negócio.

  1. Quer saber quais são as vantagens do marketing digital atualmente? Segue com a gente abaixo!
  1. 01 – O marketing digital demanda investimentos menores

Os meios de comunicação tradicionais ainda são importantes na divulgação de um produto ou marca, entretanto, já não é segredo para ninguém que um anúncio em um canal de televisão de abrangência nacional ou em um jornal de grande circulação custa os olhos da cara, o que pode espantar quem está com um capital ainda baixo para iniciar um novo negócio.

Entretanto, na Internet as coisas são bem diferentes!

Uma das coisas mais interessantes sob o aspecto da inclusão digital que a Internet trouxe foi a democratização do uso da telecomunicação para fins comerciais, o que apenas poucos grandes empresários podiam desfrutar em outros tempos.

Hoje em dia a coisa mudou e ficou muito mais fácil.

Com investimentos baixíssimos, o marketing digital permite alcançar ótimos resultados na divulgação de sua marca utilizando estratégias inteligentes de informação e atração de público em geral.

Por exemplo, um anúncio feito em redes sociais é infinitamente mais barato do que o realizado em meios offline como na televisão, no rádio e nos jornais. E traz resultados tão bons quantos, ou ainda melhores.

  1. 02 – Tal mecanismo possibilita uma interatividade com a audiência nunca antes vista

Além de mais caros, a publicidade em meios de comunicação tradicionais como televisão, rádio e jornais não possibilitam que os consumidores considerados público-alvo dêem uma resposta imediata às campanhas vinculadas. Essas respostas só vêm depois de árduas pesquisas de opinião e de satisfação, o que encarece ainda mais as estratégias.

Entretanto, no marketing digital a resposta é imediata!

Apenas alguns cliques separam as mensagens que as empresas emitem das respostas de seus consumidores dada a velocidade como as informações se espalham no mundo virtual.

Por exemplo, assim que um post é publicado nas redes sociais de certo negócio (como por exemplo o Facebook e o Instagram), seus clientes já podem opinar o que acharam da ideia passada adiante pela empresa por meio da ferramenta de comentários. Em redes como as que citamos acima, o mecanismo de curtidas faz com que os comentários mais relevantes apareçam primeiro, o que facilita ainda mais a forma como bons administradores compreendem o feedback de sua clientela.

  1. 03 – A otimização das estratégias mercadológicas é certeira

Como já dissemos acima, em uma estratégia de marketing digital é extremamente mais fácil obter e analisar o feedback de sua clientela (ou de pessoas que possam vir compor esse grupo).

Considerando esses aspectos podemos entender duas coisas: 

A velocidade da informação nos dias atuais permite com que nos inteiremos cada vez mais rapidamente dos impactos das mensagens que emitimos nos canais digitais e que, modificações rápidas podem ser feitas a qualquer momento.

Peguemos um exemplo de um anúncio exibido na televisão à noite durante o horário nobre. Se o anúncio não agradar o público-alvo de determinada empresa, quanto tempo demorará para que a mesma saiba disso e realize os reparos necessários para resolver o imbróglio? Principalmente nos dias de hoje, onde a informação corre muito mais rápido.

Por isso cada vez mais as empresas estão investindo no marketing digital.Na estratégia mercadológica online, é possível obter as reações da clientela instantaneamente e realizar as modificações necessárias em questão de minutos! É possível a análise das métricas de reação do publico instantaneamente, confeccionando gráficos qualitativos em tempo real para você analisar.

Todas essas coisas minimizam ao máximo os danos que uma mensagem mal passada (ou má interpretada) possa causar à imagem de seu negócio. 

Evitar mal entendidos em pleno início da década de 2020 é fundamental para um bom administrador, não é mesmo?

04 – É possível anunciar para quem realmente interessa!

Imagine duas situações: uma emissora de televisão tem um programa semanal com informações sobre agropecuária, assistido por milhares de grandes agricultores e pecuaristas do Brasil, você tem um negócio de hambúrguer vegetariano e quer anunciar na mesma emissora.

Já pensou se seu anúncio é veiculado justamente nos comerciais de tal atração?

Além, certamente, de comentários engraçados que surgiriam entre os telespectadores diante do choque com a publicidade de um segmento social totalmente oposto ao seu e com interesses divergentes, isso significaria uma coisa muito pior para você, produtor de hambúrguer vegetariano:

Sua estratégia falhou!

Que impacto positivo e lucrativo pode ter um anúncio de hambúrguer vegetariano durante um programa assistido por pecuaristas e entusiastas da pecuária, por exemplo?

Sabemos que o exemplo acima é um pouco extremo, mas serve para elucidar situações que podem ocorrer quando não temos o controle de quando e a quem vamos veicular os anúncios de nossos negócios.

Na internet isso não acontece! E você sabe o porquê? 

Na mercadologia online realizada de maneira digital, é possível realizar uma segmentação do público-alvo com grande precisão, o que é totalmente eficaz contra situações inoportunas como a que citamos acima.

Tal “filtro” é realizado considerando vários fatores, tais como faixa etária, nível de escolaridade, localização geográfica, gênero e até hábitos e gostos de consumo!

Em se tratando de anúncios em redes sociais consolidadas em nosso país como o Facebook, o tiro é certeiro, já que a mesma possui um banco de dados completo sobre todas as nossas informações pessoais como idade, gênero, escolaridade, gostos pessoais e etc. 

A tecnologia já está muito avançada nessa questão da segmentação e isso você mesmo pode perceber ao entrar em suas redes sociais. Quais são os anúncios que aparecem para você?

05 – O dono de qualquer negócio pode investir!

Esqueça os meios caros e tradicionais de veiculação de anúncios publicitários que só favorecem quem já tem muito e quer ganhar ainda mais!

Você, pequeno empreendedor, que está começando um novo negócio de produção e circulação de bens e serviços nesse momento e precisa de uma boa divulgação para atrair clientes, mas que, obviamente, ainda não possui um grande capital… Pode investir!

A título de exemplo:

Você sabe quanto custa a veiculação de um anúncio de 30 segundos durante a exibição do Jornal Nacional na Globo durante a semana?

Quase oitocentos e cinquenta MIL reais!

Com esse valor, certamente, você poderia montar e desmontar seu pequeno negócio algumas vezes e ainda sobraria dinheiro, não é mesmo?

Para isso existe a Internet! Para democratizar o acesso à veiculação de anúncios e permitir que pequenos empreendedores como você possam alcançar seus lugares ao sol de maneira muito mais barata e eficaz!

Podemos garantir que o valor será bem menor do que a estarrecedora quantia que citamos acima e os resultados serão ótimos. O marketing digital possui o poder de superar todas as expectativas, inclusive as mais otimistas!

Se você chegou até aqui, não hesite em entrar em contato conosco e solicitar um orçamento sem compromisso. Teremos o prazer em ajudar você a atingir todos os seus objetivos com seu negócio!

Facebook anuncia app de videoconferência concorrente do Zoom

Para concorrer com o sucesso repentino do Zoom, o Facebook Messenger aprimorará suas ferramentas de videochamadas. O Messenger Rooms, apresentado em uma transmissão ao vivo hoje (24), serão salas de chat com mais ferramentas de gerenciamento e para grupos de até 50 pessoas.

Até o momento, o Facebook Messenger oferece videochamadas para grupos de usuários, desde que todos eles sejam amigos na rede social. Com o Messenger Rooms, o acesso às chamadas será diferente: administradores das conferências poderão habilitar um link de convite para inserir mais pessoas a reunião e terão mais privilégios de anfitrião.

Administradores, por exemplo, poderão converter a videoconferência em uma ligação simples, apenas com microfones. Além disso, anfitriões poderão transmitir suas próprias telas e encerrar as conversas, removendo todos os convidados no processo.

q. The Verge/Reprodução 

“Conversas em vídeo não são uma nova área para nós,” disse Mark Zuckerberg ao The Verge. Na entrevista, o CEO afirma que a companhia está procurando formas de aprimorar suas ferramentas de videoconferência, ao passo que investem em mais recursos de privacidade.

Falhas de segurança no Zoom

Ainda que não apresente as graves falhas de segurança do Zoom, as salas de videoconferência não terão criptografia ponta-a-ponta. Ainda assim, convidados indesejados poderão ser removidos rapidamente pelo administrador e salas que não respeitem as diretrizes do Facebook devem ser denunciadas aos moderadores da rede social.

Por fim, o Messenger Rooms não exigirá download do app do Facebook. Convidados para chamadas podem acessar as salas de videoconferência pelo Google Chrome e o novo Edge. Além disso, a companhia afirma que a ferramenta chegará para Instagram Direct e WhatsApp, unificando todos os seus serviços de chat.

Ainda não há previsão para o lançamento da ferramenta, mas assumindo a atual demanda por plataformas para videoconferências em grupo, o processo de desenvolvimento deve ser rápido. Sendo assim, o Messenger Rooms Beta deve ser disponibilizado nos próximos dias para Windows 10 e Mac.

Fonte: Tecmundo

Instagram permite doações em lives

Desde o dia 28 de março, o Instagram permite que campanhas de arrecadação de doações sejam feitas em transmissões ao vivo. O valor levantado com essas iniciativas será destinado a uma organização sem fins lucrativos (ONG) escolhida pelos criadores das ações.

“Muitas pessoas estão enfrentando desafios neste momento, e queremos fazer a nossa parte para ajudar as organizações sem fins lucrativos e as comunidades mais necessitadas”, disse a plataforma em divulgação oficial do recurso.

A funcionalidade estará disponível no botão de Live do app do Instagram (ou ao deslizar o dedo para a direita e encontrar a opção no seletor). Em seguida, bastará optar por uma ONG para iniciar uma campanha.

Durante a transmissão também será possível visualizar quantas pessoas estão apoiando seu projeto e a quantia arrecadada em tempo real. A rede social também permitirá que um agradecimento aos apoiadores seja feito, ao tocar no botão de “Acenar”.

Outros planos

O Instagram ainda fechou uma parceria com o ilustrador brasileiro Leo Natsume para a criação de uma figurinha de tema ‘Eu doei’. “Quando você doa para uma campanha de arrecadação de fundos sem fins lucrativos no Live ou no Stories, consegue ter acesso à figurinha por um determinado período”, explicou a publicação oficial.

Assim, a imagem será adicionada automaticamente a um story compartilhado ou na frente da barra de stories por um período limitado. Ao site Engadget, Vishal Shaf (chefe de produtos do Facebook) ressaltou que futuramente há planos de ampliar as campanhas para ajudar empresas, pessoas ou outras iniciativas.

O projeto ainda inclui explorar o recurso como via de monetização para produtores de conteúdo no Instagram e outras redes sociais da companhia de Zuckerberg. “Achamos que existe esse ecossistema bastante poderoso entre criadores e empresas e seus fãs e seguidores”, destacou Shaf.

Fonte: Tecmundo

Opera 68 inclui integração nativa com o Instagram

Opera Software recentemente lançou uma versão atualizada de seu navegador, o Opera 68, que vem uma série de novidades incluindo integração com o Instagram. Com isso, os usuários poderão acessar a rede social rapidamente através de novo ícone na barra lateral.

O Instagram divulgou nas últimas semanas que passou a permitir duas novas funções para desktop: usuários podem assistir transmissões ao vivo através do navegador e mandar mensagens diretas. Em uma publicação no seu blog oficial feita na última quarta-feira (22), a Opera Software anunciou as novas funcionalidades e vantagens da integração. A atualização está disponível para Windows, macOS e Linux.

Segundo a empresa, o usuário não precisará alternar entre diferentes guias para acessar a rede social, já que o ícone está sempre disponível na barra lateral. Isso possibilita que o usuário envie mensagens, visualize, curta, comente publicações facilmente.

Explorando a multitarefa através da divisão de janelas, o Opera 68 ainda permite que o usuário acesse o aplicativo do Instagram enquanto surfa pela web, além de poder assistir Instastories, entrar no feed pessoal e navegar por toda rede social em tela cheia.

Nesta versão, também foi introduzida a possibilidade de trabalhar com diferentes grupos de guias que podem ser personalizados com nomes e ícones distintos, utilizando a nova opção “Espaços de trabalho”.

Além disso, o Opera 68 permite que o usuário encontre facilmente a guia que está procurando através de seu mecanismo de pesquisa que inclui todas as guias abertas. Entre outras novidades, a atualização inclui VPN grátis, acesso fácil a mensageiros por meio da integração, correções para múltiplos bugs e falhas de segurança.

Fonte: Tecmundo

Briefing: tudo o que você precisa saber para conduzir uma reunião personalizada com o potencial cliente [+ferramenta de briefing]

Aprenda como fazer um briefing com excelência e criar um projeto que faça sentido para o potencial cliente. Trazemos como bônus o acesso gratuito à ferramenta de briefing.

O Briefing é uma das primeira etapas do processo comercial de uma empresa. Dentro da realidade das agências de publicidade, essa fase é essencial para garantir o alinhamento de expectativas com o potencial cliente e a definição correta do escopo do projeto de marketing.

Facebook alcança 3 bilhões de usuários ativos em seus apps

O grupo de aplicativos que pertencem ao Facebook somou mais de 3 bilhões de usuários ativos por mês no começo deste ano. A informação foi revelada no relatório fiscal da empresa, que teve lucro de US$ 4,9 bilhões no primeiro trimestre de 2020.

O número divulgado pela companhia liderada por Mark Zuckerberg inclui os dados da rede social Facebook, do aplicativo Instagram e também dos mensageiros Messenger e WhatsApp. A empresa considera como um usuário ativo a pessoa que acessa qualquer uma das plataformas pelo menos uma vez ao mês.

A quantidade de pessoas acessando os serviços do grupo cresceu durante a pandemia do coronavírus, já que os resultados anteriores apontavam 2,6 bilhões de usuários ativos. Com a nova marca, o Facebook consegue alcançar cerca de dois terços da população conectada no mundo com as suas plataformas.

De acordo com a empresa, a quarentena causada pela pandemia também auxiliou no crescimento das transmissões ao vivo e videoconferências nos serviços da companhia. As lives do Facebook e Instagram dobraram sua audiência e os chats de vídeo tiveram um aumento de 1.000% no uso durante as últimas semanas.

Já na parte financeira, a empresa disse que teve lucro de US$ 4,9 bilhões e uma receita total de US$ 17,7 bilhões durante os últimos três meses. Apesar de os números marcarem um crescimento de 17% nos ganhos em relação ao ano passado, a companhia revelou que os pedidos por anúncios diminuíram em março, o que pode render consequências para o conglomerado nos próximos trimestres.

Fonte: Tecmundo

Google lança Corona Monitor para agências e marcas

As buscas no Google podem servir como insights para agências e anunciantes que estão monitorando os hábitos da população em meio a pandemia de Covid-19. Como forma de centralizar essas informações, adicionando outros dados relevantes, o Google Brasil lançou o Corona Monitor.

Baseado nos dados do Google Trends, além de gráficos comparativos em outros países, como Itália e Estados Unidos, o serviço gratuito serve como hub dos temas mais pesquisados nas áreas de saúde, entretenimento, alimentação, higiene, entre outros.

“Vivemos um momento sem precedentes e queremos ajudar os nossos clientes a ter mais informações relevantes à mão e em tempo real para tomada de decisões”, diz Marco Bebiano, diretor de negócios para os segmentos de Bens de Consumo, Tecnologia e Governo do Google Brasil.

Além do Corona Monitor, o Google disponibiliza, desde o início de março, informações sobre buscas relacionadas a Covid-19, em uma página especial do Google Trends. Ela apresenta, por exemplo, as principais dúvidas dos brasileiros a respeito da doença e perguntas sobre o que fazer durante o período de quarentena.

Na última segunda-feira (23), o Google também anunciou o site g.co/EmCasa, que reúne ferramentas, conteúdos e recursos para que a população possa aprender, trabalhar e manter-se em contato com familiares, amigos e colegas de trabalho. No próximo dia 2/4, por exemplo, o Google for Startups promove uma transmissão ao vivo da palestra A tecnologia e o setor de saúde. A live começa às 9h30.

Fonte: Propmark

Google dará mais destaque para conteúdo original de reportagens

O Google anunciou no dia 12 de abril uma mudança global no algoritmo de ranqueamento da busca para identificar melhor as reportagens originais, dar mais visibilidade a elas e assegurar que elas apareçam por mais tempo no topo dos resultados.

Assim, segundo a plataforma, leitores interessados nas últimas notícias podem encontrar também a matéria que deu origem à cobertura subsequente. As empresas de jornalismo, argumenta o Google, se beneficiam de uma exposição mais ampla e prolongada de seu conteúdo original.

A mudança atinge a Busca e impacta todos os produtos que se utilizam dela, como Google Notícias e o Feed da Descoberta. Num primeiro momento, a novidade está disponível em inglês e deve se estender a outras línguas, como o Português

Fonte: Propmark

Alcance orgânico no Facebook: suas dúvidas respondidas

Nos últimos meses, li diversas matérias e respondi à perguntas de muitas pessoas que estão preocupadas com a queda do alcance orgânico de suas Páginas. O alcance orgânico se refere a quantas pessoas você pode atingir de graça no Facebook com suas publicações nas Páginas. Meus colegas do Facebook e eu sabemos que esse tem sido um ponto difícil para muitas empresas e nós estamos comprometidos a ajudar vocês a entender as razões dessa mudança para que seu negócio seja um sucesso no Facebook. Para isso, hoje quero responder a algumas perguntas que tenho escutado.

Por que o alcance orgânico diminuiu?

Existem duas razões.

A primeira envolve um simples fato: mais e mais conteúdo está sendo criado e compartilhado diariamente. Você mesmo deve ter sentido essa mudança. Apenas há alguns anos, compartilhar momentos e experiências importantes, matérias que você leu e fotos e vídeos de quem você gosta era um processo um tanto trabalhoso. Hoje, graças a dispositivos como os smartphones, muitas pessoas podem compartilhar esse conteúdo com apenas alguns toques na tela.

Agora há muito mais conteúdo sendo produzido do que tempo para consumi-lo. Em média, existem 1.500 histórias que poderiam aparecer no seu Feed de notícias a cada vez que você se conecta ao Facebook. Para pessoas com muitos amigos ou que curtem muitas Páginas, pode haver até 15.000 histórias em potencial em cada acesso à plataforma.

Como resultado, a competição no Feed de notícias — o posicionamento no Facebook onde as pessoas veem o conteúdo de sua família e amigos, assim como o de empresas — está crescendo e se torna mais difícil para cada história ganhar espaço de destaque nesse posicionamento. Além do aumento da quantidade de conteúdo, as pessoas estão curtindo cada vez mais Páginas. Nosso diretor de gestão de produto para o Feed de notícias disse ao site Techcrunch, em abril, que o número total de curtidas de páginas de pessoa cresceu mais de 50% no último ano. Com cada nova curtida, a competição no Feed de notícias aumenta ainda mais.

A segunda razão está ligada ao seu funcionamento. Em vez de mostrar tudo o que é publicado, o Feed de notícias é desenhado para mostrar o conteúdo mais relevante para cada pessoa. Das 1.500 histórias que podem ser vistas a cada acesso ao Facebook, o Feed de notícias mostra aproximadamente 300. Para escolher quais histórias aparecerão, o Feed de notícias as classifica (da mais relevante para a menos relevante) levando em conta diversos fatores relativos à cada pessoa.

No último ano, nós fizemos algumas mudanças importantes para melhorar a maneira como o Feed de notícias escolhe o conteúdo:

Como resultado dessas mudanças, o Feed de notícias se tornou mais envolvente para as pessoas, mesmo que a quantidade de conteúdo publicado tenha aumentado.

Por que não mostrar tudo — cada conteúdo produzido por amigos e Páginas — e deixar as pessoas decidirem o que querem ver?

Muitas plataformas mostram todo o conteúdo em tempo real. Mas esse tempo real tem limitações. As pessoas só tem um período determinado de tempo para ler essas histórias e geralmente deixam passar as que não estão no topo. Isso significa que elas não veem o conteúdo mais relevante para elas.

Em nossos testes, nós sempre percebemos que o sistema de classificação do Feed de notícias oferece uma experiência melhor no Facebook. Além disso, com a grande quantidade de conteúdo no Feed de notícias, um sistema de entrega em tempo real provocaria uma queda ainda maior do alcance orgânico das Páginas.

O alcance orgânico está caindo porque o Facebook está tentando ganhar mais dinheiro?

Não. Nosso objetivo é proporcionar a melhor experiência para as pessoas que usam o Facebook. Nós acreditamos entregar a melhor experiência também beneficia os donos de empresas que estão no Facebook. Se as pessoas são mais ativas e envolvidas em histórias que aparecem no Feed de notícias, elas têm mais chances de agir da mesma forma com o conteúdo de negócios.

O Facebook é a única plataforma de marketing que viu queda no alcance orgânico?

Muitas das grandes plataformas de marketing viram uma queda em seu alcance orgânico. Mecanismos de busca online, por exemplo, entregavam uma grande quantidade de tráfego para sites quando foram lançados. Pessoas e empresas se aglomeravam nessas plataformas, e à medida que os serviços cresciam, aumentava a competição pelo ponto mais alto na lista de resultados. Pelo fato de que os mecanismos de busca tiveram que trabalhar duro para mostrar os resultados mais relevantes e o conteúdo mais útil, as empresas viram o alcance orgânico diminuir.

Enquanto muitas plataformas fizeram uma mudança no alcance orgânico, algumas são mais transparentes que outras sobre elas. O Facebook sempre valorizou relatórios claros e detalhados que ajudam as empresas a ver o que está acontecendo com seu conteúdo. E continuaremos a expandir e melhorar nossas ferramentas de análises.

Ok, há mais conteúdo agora. Mas qual é a importância de ter mais pessoas curtindo a minha Página? Paguei um bom dinheiro por meus fãs no Facebook e agora eu não posso alcançar a todos. Fãs não valem a pena?

Fãs absolutamente têm seu valor.

  • Eles fazem seus anúncios serem mais eficientes. Quando um anúncio tem um conteúdo social — em outras palavras, quando alguém vê que um amigo curtiu sua marca — ele tem, em média, 50% mais chance de ser lembrado e uma alta de 35% nas vendas online
  • Fãs também fazem com que seus anúncios no Facebook sejam mais eficientes em nossos leilões. Anúncios com um contexto social são um sinal positivo de sua qualidade e levam aos melhores preços nos leilões
  • Você pode usar as informações sobre seus fãs — como onde eles moram, o que curtem e outros interesses — para tomar boas decisões para atingir seus atuais e potenciais clientes
  • Fãs podem dar credibilidade ao seu negócio

Eles podem representar seus melhores clientes, mas é importante notar que eles não representam todos os seus atuais e potenciais clientes. Por exemplo, se a sua concessionária tem 5.000 fãs, eles podem representar apenas uma fração das pessoas que interessam para o seu negócio. Fãs podem te ajudar a atingir seus objetivos de negócios no Facebook, mas tê-los em grande quantidade não deve ser considerado como um objetivo isolado.

Então como eu devo usar o Facebook para meu negócio?

O conteúdo orgânico ainda tem valor no Facebook, e Páginas que publicam um ótimo conteúdo — por exemplo, algo que ensina as pessoas, as entretêm, as faz pensar, ou que adicione valor à vida delas de alguma maneira — ainda podem alcançar pessoas no Feed de notícias. No entanto, antecipar o alcance orgânico é imprevisível. Ter um conteúdo viral raramente corresponde a um dos principais objetivos de negócios. Sua empresa verá mais valor se você usar o Facebook para atingir objetivos específicos, como gerar vendas nas lojas físicas ou impulsionar o download de um aplicativo.

Assim como a TV, mecanismos de buscas, jornais, rádio e qualquer outra plataforma de marketing, Facebook é muito mais eficiente quando as empresas usam mídia paga para atingir seus objetivos. Seu negócio nem sempre vai aparecer na primeira página de um mecanismo de busca, a não ser que você pague para estar nesse espaço. De uma forma parecida, a mídia paga no Facebook permite com que anunciantes alcancem mais pessoas e com muito mais precisão do que o conteúdo orgânico.

Empresas podem ser bem-sucedidas no Facebook?

Claro. Você pode visitar nossa seção Histórias de sucesso para ver exemplos de empresas que estão crescendo com o Facebook.

Como saber se não haverá mais mudanças?

Nós sempre inovamos para beneficiar as pessoas que usam o Facebook. E precisamos ser mais transparentes e úteis para as empresas que anunciam em nossa plataforma. Nós estamos trabalhando para melhor nossa comunicação sobre próximas mudanças de produtos. Por exemplo, em abril nós contamos sobre a reformulação do anúncio da coluna direita que aumentaria o envolvimento e deixaria a criação de anúncios mais fácil. Nós estamos comprometidos em ajudar o seu negócio a crescer e queremos ter a certeza de que você está tendo o melhor resultado de seu investimento no Facebook.

Por favor, nos conte o que você achou e deixe suas outras dúvidas nos comentários. Muito obrigado por trabalhar com a gente.

Brian Boland lidera o time de marketing de produtos para anúncios.